Bloqueio de Ramo intermitente frequência dependente fase 4

30 de junho de 2020

” Também denominado de bradicardia-dependente ou paradoxal, foi descrito por Hermann e Ashman,em 1931, cujo conceito baseia-se no aparecimento do bloqueio quando a freqüência cardíaca é lenta o período diastólico da fibra cardíaca é longo, permitindo que as células de Purkinje do ramo comprometido apresentem o fenômeno de despolarização diastólica, que consiste em que esta progrida até alcançar um nível crítico de hipopolaridade, em torno de -65mV, quando há menor disponibilidade de canais rápidos de Na+.
Sobrevindo um estímulo como o sinusal nesta fase, a resposta será também do tipo lento, com baixa voltagem da fase 0, despolarização diastólica lenta, diminuição da excitabilidade da fibra e deterioração da responsividade da membrana. O fenômeno configura uma fase diastólica ascendente e lenta devida à hipopolaridade, com potencial de ação deformado, de baixa voltagem conseqüente à pausa própria da bradicardia “.

BR4.1
BR4
brifase4
bri4

Compartilhe esta publicação.
0 0 votes
Avaliar Post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments