Afinal, o sistema da Telemedicina é confiável?

13 de outubro de 2016

A tecnologia vem transformando de diversas formas a maneira como realizamos as tarefas em nosso dia a dia, e segue atingindo todas as áreas.

Um setor que está se beneficiando com as soluções oferecidas pela tecnologia é a medicina.

É sabido que em procedimentos médicos como cirurgias e exames, são utilizados os recursos da tecnologia para se obter melhores resultados para os pacientes.

Tendo isso em vista, uma nova ferramenta se fez presente na área da medicina e está revolucionando a relação médico – paciente – a Telemedicina.

O que é Telemedicina?

A Telemedicina se dá em toda prática médica realizada a distância. Com o avanço da comunicação digital, médicos podem entrar em contato com outros médicos e/ou pacientes por meio de smartphones, tablets ou computadores. A tecnologia da informação permite que esses profissionais façam videoconferências, troquem imagens de exames para interpretação e diagnóstico e concedam laudos mesmo que estejam em localidades distintas.

Pode-se reunir as práticas da telemedicina em três grupos:

  • Educação: é utilizada como meio de interação e aprendizagem colaborativa para ampliar conhecimentos e facilitar o acesso a materiais educativos de qualidade e também a centros de referência da área médica.
  • Assistência médica: permite o desenvolvimento de atividades assistenciais a distância, como uma segunda opinião médica especializada. Além disso, possibilita a vigilância epidemiológica integrando atividades de prevenção e controle, além de auxiliar na gestão de processos na área da saúde.
  • Pesquisa com a colaboração de vários centros de excelência médica: com a integração de diversos centros de pesquisa, obtêm-se compartilhamento de dados e capacitação e padronização de métodos, além da otimização de tempo e custos.

Como está a Telemedicina no Brasil?

No Brasil, a telemedicina está ganhando projeção aos poucos. É possível notar maior utilização da ferramenta na área da educação médica continuada e na formação a distancia — no caso de algumas especialidades.

Em entrevista para o site Saúde Business, Chao Lung Wen — presidente do Conselho Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde (CBTms) — falou sobre os desafios enfrentados pela telemedicina no Brasil. Entre os percalços atuais, ele destacou a falta de integração do Ministério da Saúde com outros ministérios e com estados e municípios para definição de projetos de implantação da tecnologia.

Outro motivo apontado pelo presidente do CBTms para a pouca eminência da telemedicina no Brasil é a cultura de resistência de profissionais da área de saúde em adotar e fazer uso de novas tecnologias.

 

Por que a telemedicina é segura e confiável?

Quanto à segurança, a telemedicina é muito confiável. Sigilo de informações é algo fundamental na relação médico-paciente, e empresas que fornecem os softwares estão comprometidas com excelentes políticas de segurança, seguindo normas técnicas e éticas que regem a área médica.

O Conselho Federal de Medicina regulamenta a troca de informações, diagnósticos e imagens. A telemedicina segue à risca esses regulamentos, e, para manter a segurança, todo médico ou paciente possui um nome de usuário e senha. Além disso, códigos de segurança, criptografia e assinatura digital garantem o sigilo das informações médicas.

Quais são os benefícios da telemedicina?

Veja algumas das muitas vantagens dessa tecnologia a serviço da medicina:

Rapidez das informações

Considere a seguinte situação: uma pessoa está de férias no exterior e de repente passa mal e precisa ser internada. O hospital entra em contato com a família, que por sua vez liga para o médico da pessoa internada. Por meio de videoconferência, o médico do exterior conversa com o médico do paciente e recebe dele orientações sobre a saúde do internado, bem como exames recentes que fez.

Na situação descrita, o tempo é um fator determinante na recuperação do paciente, e a telemedicina encurta um caminho que levaria horas entre o médico estrangeiro e o médico do paciente.

Cooperação entre médicos

O compartilhamento de informações entre médicos é uma das maiores vantagens desse sistema. Com a soma do conhecimento especializado de vários profissionais da saúde, pode-se chegar a um diagnóstico mais preciso e assim oferecer o melhor tratamento para o paciente.

A integração com instituições de pesquisas de renome faz como que o médico saiba sobre estudos de doenças ou formas de tratamento que irão auxiliá-lo no esclarecimento de casos delicados que envolvem seus pacientes.

Resultados eficientes

O uso cada vez maior de equipamentos de última geração tem ajudado à área médica a prevenir e diagnosticar doenças, chegando a resultados fidedignos. A definição das imagens de exames está cada vez melhor devido ao uso de tecnologias, tornando mais fácil a identificação de males à saúde do paciente.

O projeto Genoma, que é o mapeamento dos genes do corpo humano (DNA), é um exemplo de como a telemedicina está contribuindo para o avanço das pesquisas médicas. Os pesquisadores, com o auxílio da tecnologia, estão trabalhando para que o Genoma possibilite a prevenção de doenças hereditárias. Os cientistas do projeto acreditam que, daqui a 50 anos, a expectativa de vida do homem chegue aos 90 anos com a terapia genética.

Redução de custos

A telemedicina reduz custos na área médica. A Scielo — Scientific Eletronic Library Online — divulgou um estudo realizado no Estado de Minas Gerais, por meio do projeto Minas Telecardio. Na pesquisa, foram incluídos 82 municípios do interior mineiro com o objetivo de avaliar o custo-benefício do serviço de telecardiologia.

Cada cidade recebeu um microcomputador equipado com um eletrocardiógrafo digital, assim poderiam ser enviados exames para um plantão de cardiologia em um polo universitário. Quando se comparou o custo da implantação do sistema telecardio com as despesas envolvidas no deslocamento de pacientes para grandes centros, chegou-se à conclusão de que a economia é de mais de 80%.

Diante desses números positivos, e depois de avaliar todas as vantagens da telemedicina, não há dúvidas de que a tecnologia a serviço da medicina vai nos surpreender cada vez mais.

Gostou de conhecer melhor os benefícios da telemedicina? Então entre em contato conosco para obter os melhores tratamentos médicos, com as mais avançadas tecnologias.

Compartilhe esta publicação.
0 0 votes
Avaliar Post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments