Qual o modelo de negócio da sua clínica médica?

31 de março de 2020

Montar uma clínica e trabalhar por conta própria tem sido o sonho de muitos médicos.
No entanto, não é tarefa simples. Organizar ideias e desenvolver planejamento é essencial.
Há vários tipos de negócio os quais uma clínica pode se encaixar.
Hoje, falaremos um pouco sobre os modelos mais comuns para que você possa tomar a melhor decisão quanto ao seu futuro profissional.
 
1 – Consultórios especializados
Talvez esse tipo de negócio seja um dos mais simples de se empregar, pois os investimentos em infraestrutura podem ser menores em comparação a outros modelos.
Uma sala de atendimento integrada à outra de espera, já bastam.
O sucesso vai depender do quanto seu nome foi consolidado até então, seja por experiências passadas em outros locais de trabalho, seja por conhecer muitas pessoas, etc.
Uma clientela recomendada por algum conhecido também vem a calhar nesse momento, também o local escolhido e se o público-alvo encontra- se nessa área.
Além disso, sempre é possível fazer divulgação nas redes, criar conteúdo interessante e ser notado como autoridade no assunto.
 
2 – Clínicas populares
As clínicas populares tem se popularizado muito por oferecerem preços mais acessíveis à população.
Além disso, com a alta de preços dos convênios médicos e também a superlotação da rede pública, as pessoas têm considerado partir para uma terceira opção.
Nesse modelo de negócio, terceirizar alguns serviços leva vantagens aos empresários.
Centrais que fornecem laudos especializados a distância e equipamentos via locação, garantem que você possa oferecer serviço completo sem alto investimento.
Embora seja cobrado um valor mais baixo pelas consultas, a rotatividade de pacientes é bastante alta.
A concorrência é acirrada em clínicas populares, mas saber investir corretamente resulta em custos operacionais mais baixos. O que, a depender de suas escolhas, gera vantagens frente à concorrência.
 
3 – Clínicas de diagnóstico especializado
As clínicas de diagnóstico especializado desempenham papel importante realizado por especialistas, como o nome já diz.
Alguns investem em formações e entram para o ramo.
A incidência de exames é menor, no entanto, fazer parte de uma rede credenciada pode gerar bons lucros.
Os exames têm custo maior e se você investir na imagem da sua clínica, dobram as chances de crescer e ser procurado por mais pessoas.
 
4 – Franquias
Trabalhar como franquia de uma marca já divulgada e conhecida é uma opção que demanda maiores investimentos.
Aqueles que já possuem espaço corporativo podem simplesmente mudar sua logomarca, aderir aos padrões de atendimento da franquia e pagar pela licença de poder trabalhar com a bandeira em questão.
Os que não possuem, precisam investir em uma estrutura que comporte o atendimento vigente.
Como o setor está crescendo, muitos são os empresários oferecendo condições facilitadoras em busca de franqueados.
 
5 – Clínicas integradas
Nesse modelo de negócio, várias especialidades podem ser oferecidas.
O trabalho ocorre através de parcerias com outros estabelecimentos que têm relação com a saúde.
É possível indicar e ser indicado pelos parceiros, o que faz com que sua imagem seja atrela a eles – sendo necessário haver ética e confiança.
O número de pacientes pode aumentar rapidamente, tornando o trabalho de adentrar no mercado, mais facilitado.
 
Esses foram exemplos de alguns modelos para você que pensa em montar seu negócio e está em fase de planejamento.
As informações fornecem rumos para que haja pesquisa mais aprofundada.
Em todos esses modelos de negócio, a Telemedicina pode ser aplicada para que o atendimento possa ser elevado com otimização e modernidade.
Modelos tradicionais de atendimento podem ser incrementados de modo a gerar mais produtividade e ações renovadas ao trabalho.
Lembrando que, se você busca crescimento, na TME você encontra uma aliada.

Compartilhe esta publicação.
0 0 votes
Avaliar Post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments