5 dicas para melhorar a gestão de clínicas

02 de fevereiro de 2021

Aqui você vai aprender 5 dicas rápidas, bem referenciadas e fundamentais para melhorar a gestão de clínicas, afinal trará ganhos e impactos em vários aspectos com foco em otimizar a gestão, elevando o faturamento do seu serviço.

Seja oferecendo um atendimento ou consulta de excelência, até mesmo na realização de exames.

Quais são as 5 dicas para melhorar a gestão de clínicas?

Cinco dicas para melhorar a gestão de clínicas que podem facilitar bastante a sua vida como gestor.

Sendo assim, é primordial conhecer cada uma delas e a seguir confira as informações sobre elas.

1- Digitalize a gestão da sua clínica

Em primeiro lugar, é essencial que os dados dos pacientes estejam organizados e que o acesso seja fácil.

Do mesmo modo, laudos médicos, prontuários e o histórico de consultas precisam estar armazenados por pelo menos 20 anos.

Procure ter uma gestão de clínicas voltada para o armazenamento das informações inerentes aos funcionários.

As que forem geradas no gerenciamento de processos, equipamentos e finanças também precisam estar inclusas.

Um ótimo exemplo de sistema que traz essa visão sistêmica para a gestão é o sistema da Shosp, inclusive por suas inovações recentes em torno de facilidades de pagamento e gratuidade para a prática de teleconsulta.

A ferramenta permite a centralização tecnológica da sua gestão. Vale a pena conferir, mas não se esqueça de ver as próximas dicas…

Conheça a Shosp e descubra como a ferramenta consegue gerenciar sua clínica, por meio desse software médico completo

2- Tenha um excelente controle financeiro

Pensar na clínica médica como uma empresa é um grande diferencial na postura da gestão, pois de fato performance, metrificação e estratégia precisam estar alinhadas para potencializar sua proposta de valor que chegará para o paciente.

No entanto, se o gestor não enxerga esse fato e nem tem atenção, a realidade é que pode prejudicar muito os resultados.

Uma das maiores dificuldades é literalmente misturar os rendimentos pessoais com as finanças da clínica médica, aspecto que não é raro de acontecer.

Nesse cenário, esse é um erro crasso que paira, inclusive sobre gestões familiares, e pode trazer escuridão para a alta gerência.

Descubra os motivos para ter muita atenção nas finanças da sua clínica médica por esse vídeo.

Para ajudar você a otimizar seu controle financeiro, trouxemos um vídeo de uma das maiores Startups de Saúde brasileiras, a iClinic, que te ajudará com 5 dicas financeiras em torno de:

  1. Finanças pessoais x Finanças da empresa
  2. Traçar metas e objetivos realistas
  3. Fazer um bom planejamento
  4. Estar atento ao fluxo de caixa e capital de giro
  5. Potencializar sua gestão com tecnologia (como fazemos aqui na TME 😉

Vamos para o terceiro aspecto para alavancar sua gestão?

3- A gestão de clínicas depende de uma agenda bem organizada

É chegada a hora de falar sobre um dos pontos que mais trazem dores de cabeça para a rotina de quem administra/ empreende em saúde: a organização da agenda.

O dilema de sempre poder atender ou encaixar mais pacientes do que a realidade permite.

Essa produtividade (e resultado) é comumente perdida e o mais importante para tratar os efeitos, como você sabe, é identificar as causas.

Uma empresa que ajuda a atuar nessas causas e vem se destacando no cenário de telemedicina e tecnologias para clínicas/ consultórios, é o software da iMedicina.

Trouxemos um vídeo para mostrar como é simples o agendamento na plataforma.

Se você quiser conhecer mais a ferramenta e como facilita a vida do agendamento de consultas, além de outros serviços, basta acessar o site. Em seguida, conheça o potencial do software e veja só como usá-lo corretamente.

O software iMedicina é líder em atração e na fidelização de clientes, sendo uma excelente alternativa.

4- Terceirize o serviço para aumentar a eficiência da clínica

Imagine um consultório médico de cardiologia e que há a percepção de que a busca por exames está grande, com uma alta demanda.

Ou imagine outro cenário, no qual seria muito útil focar na gestão, no consultório, em detrimento da realização direta de exames e todas suas implicações, dificuldades.

Qual a solução que soluciona todas essas questões? Terceirização.

Ao terceirizar você capitaliza o custo de oportunidade do tempo da sua gestão e da sua equipe.

Afinal vocês estarão extremamente focados no que mais importa e traz valor agregado para o serviço, para marca e cada para o médico cardiologista, pois pode focar no consultório e outras atividades.

Para sua gestão é possível delegar com extrema confiança na qualidade, na segurança dos dados e na garantia de entrega de exames para a ponta final que mais importa: o paciente.

E mesmo para aqueles que acreditam que é preciso um grande investimento ou mobilização de capital, nós trouxemos aqui formas de acessar esses benefícios e providencias os equipamentos.

A seguir veja como dá para utilizar esses itens:

  • Próprio– Para clínicas de maior tamanho ou com condições financeiras, a compra dos equipamentos é a alternativa mais comum.
  • Comodato– Esse regime traz o pagamento por cada item e a utilização é realizada, podendo até englobar uma troca, dependendo do acordo feito. Confira o serviço que temos disponível por meio desse link.
Confira como o serviço da TME é uma opção bastante estratégica e eficiente que oferece melhor custo-benefício para o seu negócio.
  • Locação de equipamentos– É o caminho com menor custo e indicado para as clínicas menores ou/e os profissionais que estiverem começando.

5- Utilize a tecnologia para trazer expertise para o negócio

A dica final é relacionada a tecnologia e é importante prestar muita atenção no uso que você faz dela.

A Telemedicina veio para ficar, facilitar e potencializar seu serviço de saúde, ninguém tem dúvida.

Além dos sistemas citados acima, nós citamos com muito orgulho, aquele sistema de telemedicina que tem elevado demais a produtividade dos serviços e profissionais de cardiologia que lidam diariamente com exames cardiológicos.

Independente da marca, tipo de exame (holter, ECG e mapa), com o Proteus (tecnologia TME) você pode receber e enviar exames com extrema facilidade e maior velocidade.

Ainda há a cereja do bolo que é o novo módulo administrativo que traz um olhar de negócio e performance na palma da mão do gestor/ médico, através do App Proteus.

Nossa máxima é entender que a tecnologia não é um fim, mas sim um meio. E aqui ela é o meio que maximiza o nível da nossa entrega com comodidade tecnológica e suporte humanizado.

Que tal conhecer como nosso serviço de laudos a distância pode melhorar a sua gestão de clínicas?

Responda com sinceridade: você parou para pensar o tempo que você gasta para laudar cada exame cardiológico feito?

Esse mesmo tempo poderia de fato ser alocado para pensar no seu negócio, na sua carreira e equipe. Certamente que as horas poderiam ser gastas de outra forma e até mesmo gerando novos atendimentos, certo!?

Você pode perceber, tanto com as empresas de renome citadas, quanto com a TME, que lidera o segmento de Holter, ECG e MAPA há 16 anos, o quanto trazer serviços de renome e peso podem agregar valor ao seu negócio.

Ofertamos há 16 anos, liderando os segmentos de Holter, ECG e MAPA, os benefícios de terceirização de laudos, através da telemedicina (telecardiologia).

Ficou curioso para otimizar a gestão de clínicas? Acesse o nosso site oficial. Entre em contato conosco! Nossa equipe terá o maior prazer em atende-lo.

Se quiser acompanhar mais nosso trabalho nas redes sociais siga o nosso perfil no LinkdIin e no Instagram.

Compartilhe esta publicação.

Por Paulo Miranda Filho

Médico, diretor de crescimento na TME, professor de empreendedorismo no MBA Health do BBI of Chicago, Gestão de TI (FIAP) e Especializando Gestão de Negócios (FDC).

0 0 votes
Avaliar Post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments