Aparelho de eletrocardiograma: qual o ideal para o seu serviço de saúde?

13 de dezembro de 2021

O aparelho de eletrocardiograma (ECG) é um exame bastante requisitado pelos médicos por ser de simples e rápida realização. Ele é o teste mais importante para interpretar o ritmo cardíaco, as anomalias do sistema de condução e para a detecção de isquemia miocárdica. De grande relevância quando se trata de avaliação de outros tipos de anormalidades cardíacas, incluindo valvopatia, cardiomiopatia, pericardite e doença hipertensiva. 

Ademais, o ECG pode ser utilizado no acompanhamento de tratamentos medicamentosos e para detecção de distúrbios metabólicos. Entretanto, a realização de tal exame precisa de um dispositivo específico, o aparelho de eletrocardiograma. E como fazer para saber qual aparelho é o ideal para o seu serviço de saúde?

No decorrer do artigo explicaremos tudo o que é importante saber sobre esse aparelho através dos tópicos abaixo. Assim, você estará capacitado para escolher o melhor para aperfeiçoar e incrementar o seu serviço.

  1. Aparelho de eletrocardiograma: o que é? 
  2. Características do aparelho de eletrocardiograma ideal para seu serviço
  3. Qual a finalidade do aparelho de eletrocardiograma
  4. Como funciona o eletrocardiograma
  5. Quais são os componentes de um aparelho de eletrocardiograma
  6. Quais são as modalidades de eletrocardiograma?
  7. Quais são as marcas de eletrocardiograma?
  8. Existem limitações do ECG?
  9. Laudos à distância de eletrocardiograma
  10. Quais as vantagens do laudo à distância de ECG
  11. Comprar ou alugar? Conheça o modelo mais adotado no mercado
  12. Laudos, Locação e Comodato com quem é referência nacional 
  13. Plataforma exclusiva para otimização da gestão dos seus laudos 
  14. Tecnologia potencializada pelo suporte humanizado 
  15. Aumente o seu faturamento incluindo o eletrocardiograma no seu portfólio! 

Aparelho de eletrocardiograma: o que é? 

O aparelho de ECG, também chamado de eletrocardiógrafo, verifica a frequência e os primeiros sinais de falhas cardíacas, entre outros achados. Tudo isso é feito por meio de eletrodos fixados na pele do paciente.

Através de uma série de mecanismos, o coração é capaz de gerar energia elétrica. Essa energia gera os traçados notados pelo eletrocardiógrafo, tornando assim, imprescindível que o equipamento utilizado gere boas imagens para que haja uma correta avaliação das condições cardíacas do paciente.

Características do aparelho de eletrocardiograma ideal para seu serviço

Aparelho de eletrocardiograma ideal para seu serviço

Avaliar a atividade cardíaca e estar registrado na Anvisa, que é o básico de qualquer aparelho, não é o suficiente para ser considerado um aparelho ideal para seu serviço. Principalmente porque no mercado há diversos dispositivos analógicos e os mais variados modelos de ECG digital.

Diante da pluralidade de opções, os  aparelhos digitais estão entre as melhores escolhas por serem mais atualizados, possibilitarem fácil conexão aos serviços de telemedicina e permitirem que os exames sejam analisados de forma remota e laudados online.

As características de um aparelho de eletrocardiograma ideal são:

  • Ser compacto – para ser fácil de manusear e de guardar em local seguro, ocupando pouco espaço;
  • Ser portátil – para permitir levá-lo a qualquer lugar, seja dentro do hospital ou para as empresas em que serão realizados exames ocupacionais;
  • Permitir conectar ao USB do computador – para transmissão de dados e carregamento do aparelho, permitindo a realização de exames onde não há energia elétrica, utilizando a bateria do notebook e trazendo autonomia ao usuário;
  • Possuir software de fácil usabilidade para realização do exame – prevenindo problemas relacionados à disponibilidade de diversos recursos que nunca serão utilizados durante um exame.

Qual a finalidade do aparelho de eletrocardiograma

A eletrofisiologia cardíaca possuiu vários precursores, especialmente no século XIX, época em que o aparelho de eletrocardiograma foi criado e aperfeiçoado. Os primeiros aparelhos surgiram com a contribuição de Augustus Waller, em 1887, que conectou eletrodos no tórax, demonstrando que cada batimento cardíaco era acompanhado por uma oscilação elétrica, porém ele não acreditava em aplicações clínicas para tal feito.

Mais tarde, Willen Einthoven criou um modelo capaz de conferir maior confiança e segurança em determinar anomalias cardiovasculares. Ele também distinguiu as cinco deflexões no eletrocardiograma, as quais ele chamou de P, Q, R, S e T. 

Cada célula cardíaca gera um potencial de ação à medida que se torna despolarizada e, em seguida, repolarizada durante um ciclo normal do coração. O ECG faz o papel de fornecer o registro gráfico da atividade elétrica deste órgão. 

A forma ordenada que a despolarização ocorre nas células cardíacas, em uma situação normal, começa no nó sinusal, espalha-se pelos átrios, nó atrioventricular e ventrículos. O sinal elétrico se dissipa pelo coração como frentes de onda de despolarização. Essas frentes resultam em um pequeno campo elétrico que pode ser detectado na superfície do corpo como um ECG.

Dessa forma, o aparelho de eletrocardiograma oferece uma representação do que acontece com o coração e auxilia o médico a oferecer e realizar tratamentos mais eficazes para solucionar problemas de distúrbios de condução e arritmias.

Como funciona o eletrocardiograma

O ECG de repouso é feito por meio da medição do potencial elétrico pelo galvanômetro, que é um medidor de corrente elétrica de pequena intensidade, em diferentes pontos do corpo. Ao todo, o aparelho obtém resultado com o posicionamento de 12 derivações pelo corpo, em que cada uma registra a atual situação de partes do coração.

Podemos resumir as derivações em:

  • Derivações combinadas D1, D2, D3, AVF, laterais referem-se ao lado esquerdo do ventrículo esquerdo, uma das partes laterais do coração;
  • Derivações inferiores observam a parte inferior do coração, mais especificamente o vértice do lado esquerdo do ventrículo, sobre o estômago;
  • Derivações de V1 a V6, colocadas no tórax do paciente, se encarregam de inspecionar a parede anterior do coração, a parte frontal do ventrículo esquerdo e a parte lateral alta;
  • A derivação aVR serve para comprovar se todas as outras derivações estão colocadas corretamente na área do coração e afirma o resultado obtido pelo processo.
Como funciona o eletrocardiograma

Quais são os componentes de um aparelho de eletrocardiograma

Seja o analógico ou o digital, é necessário ter duas características determinadas pela Anvisa. Uma é a proteção de desfibrilador, condição fundamental para não causar danos ao paciente e para proteger o aparelho de ser fritado durante o uso. Outra são as ventosas que possuem eletrodos colocados no peito do paciente ou que estão nos grampos utilizados em membros que aceitam garras ou pinos.

Para a aprovação pelo INMETRO também são considerados alguns requisitos fundamentais como a etiqueta de especificação técnica, com as informações obrigatórias sobre fabricante, marca, número de série etc, o painel de controle e apêndices e o manual do operador com instruções adequadas para a instalação e manutenção, além de orientações para a obtenção de um resultado acurado e seguro.

  1. Quais são as modalidades de eletrocardiograma?
Modelos de aparelhos de eletrocardiograma

Quais são as marcas de eletrocardiograma?

As principais marcas de aparelhos de ECG digital à disposição são:

  • Eletrocardiograma da HW ECG V6 – modelo digital da HW, é um aparelho robusto, resistente e que pode ser levado para qualquer lugar para realização dos exames;
  • Aparelho do fabricante TEB, modelo ECGPC – tal aparelho se mostrou um gigante nos trabalhos de exames à distância. É de uma marca consagrada no mercado brasileiro e com tecnologia 100% brasileira que não perde em nada para os concorrentes estrangeiros;
  • Eletrocardiograma da Micromed, modelo Wincardio – é o líder de vendas no Brasil.
marcas de eletrocardiograma

Existem limitações do ECG?

Por vezes, não basta realizar um eletrocardiograma de repouso com o resultado normal se o paciente continuar a apresentar dores no peito que pioram com o esforço. A interpretação e valorização do resultado do laudo dependem do contexto, do quadro clínico e dos tratamentos do paciente. Para cada 10 pessoas que apresentam doença cardíaca, o ECG consegue mostrar a sua existência em apenas três delas, dessa maneira, é preciso continuar a investigação com a realização de exames mais profundos.

Há também fatores que podem prejudicar o exame. Alguns relacionados ao paciente, como movimentação e conformação do tórax. Outros relacionados ao operador, como o posicionamento dos eletrodos ou o uso excessivo de pasta de contato, e ainda fatores relacionados ao equipamento.

Laudos à distância de eletrocardiograma

Já percebemos que é de grande importância que o ECG seja feito da forma correta, com um bom aparelho e que traga um laudo completo e de qualidade, não deixando passar nenhuma particularidade que possa vir a prejudicar a saúde do paciente.

Neste sentido, o laudo à distância é de grande importância e pode trazer benefícios como:

  • Incrementar a gama de exames disponíveis;
  • Laudos médicos mais rápidos;
  • Destinar da melhor forma os recursos financeiros, economizar sem perder qualidade.

Para conseguir tais benefícios, os hospitais e clínicas não precisam contar com especialistas de plantão ou investir na contratação desse profissional se buscarem uma parceria com empresa de telemedicina.

Quais as vantagens do laudo à distância de ECG?

Os laudos à distância ficam salvos na nuvem. A plataforma de telemedicina permite que todos os exames e seus resultados fiquem salvos na nuvem proporcionando uma maior segurança para as informações e uma busca rápida e correta do banco de dados da empresa.

Como a empresa de telemedicina possui uma central de especialistas em todas as áreas da medicina, o eletrocardiograma à distância é interpretado por cardiologistas. Os resultados do exame são analisados e laudados somente por especialistas não apenas na área, mas também no teste. Ademais, há a disponibilidade de uma segunda opinião médica quando for necessário. 

Laudos remotos de ECG são emitidos 24 horas por dia. A junção do serviço de laudos à distância com uma plataforma de telemedicina proporciona à clínica o suporte de profissionais especializados disponíveis a qualquer hora do dia. Proporcionando uma maior disponibilidade de emissão de laudos sem perder a qualidade.

E caso a clínica não queira ou, ainda, não possa investir na compra de um aparelho de ECG, ela pode optar pelo serviço de comodato de aparelhos de eletrocardiograma. Podendo, assim, oferecer o exame aos seus pacientes em conjunto as possibilidades que a plataforma de telemedicina pode oferecer.

Comprar ou alugar? Conheça o modelo mais adotado no mercado

https://drive.google.com/file/d/1BQ0yQVcBTx4f0RuGy06qi308fHE_yEN8/view?usp=sharing

Laudos, Locação e Comodato com quem é referência nacional 

Há algumas formas de aumentar seu portfólio de exames, mantendo o foco na sua gestão e terceirizando a sua operação de laudos com a TME.

Laudos são ótimos para quem busca redução de custos, agilidade na entrega de laudos e uma solução para ampliar serviços. Com ele você envia seus exames online de forma rápida e segura, recebe o laudo personalizado com sua logomarca e paga por unidade de laudos.

Locação de equipamentos é um recurso que oferecemos àqueles que buscam ampliar sua oferta de atendimento ao contar com equipamentos de última geração por meio de prestações mensais. Você poderá iniciar a prestação dos serviços de forma rápida, gerando mais lucros à sua clínica ou consultório sem a necessidade de investimento na compra de aparelhos cardiológicos.

Temos também o comodato dos equipamentos cardiológicos que é feito pelo empréstimo sem custos de um equipamento fungível para o comodatário. O recebedor, portanto, não tem nenhum tipo de custo com a aquisição do produto. Essa é a alternativa mais viável para pequenas e médias empresas, por não exigir alto investimento em um ativo, favorecendo clínicas que não possuem grande capital disponível. 

  1. Plataforma exclusiva para otimização da gestão dos seus laudos 

Por meio da plataforma PROTEUS o processo de envio dos exames e recebimento dos laudos da sua clínica ou hospital ocorre de forma mais eficiente propiciando mais comodidade e torna o trabalho dos profissionais mais fluido, livre de panes ou erros. Logo, a plataforma é destinada a todos os clientes e parceiros TME. Além disso, o PROTEUS é constantemente atualizado para oferecer o que há de melhor no mundo digital.

Tecnologia potencializada pelo suporte humanizado 

ECG: Tecnologia potencializada pelo suporte humanizado

Em meio a tanta automação, nós entendemos que tudo o que você quer é uma atenção humana e personalizada. E nós acreditamos que é mais sobre sermos Parceiros e menos sobre uma relação “cliente-empresa”. 

Como você, nós dedicamos toda nossa energia para nunca abrir mão da empatia e do toque humano em cada ponto de contato com você. Por isso, proporcionamos um suporte que vai desde a qualidade e respeito na entrega de cada laudo, meticulosamente analisado, até o suporte humanizado

Acreditamos também que mediante a humanização potencializamos nossa tecnologia. Assim, você pode ter toda a estrutura de uma das maiores Centrais de Laudos trabalhando para você, garantindo segurança e tranquilidade em sua gestão.

Aumente o seu faturamento incluindo o eletrocardiograma no seu portfólio! 

Um ECG feito de forma correta é essencial para o diagnóstico preciso além de evitar transtornos para a empresa, para os pacientes e para os profissionais envolvidos. Assim, é perceptível que a realização desse exame necessita de um aparelho completo e de qualidade.

Dentre as mais variadas opções, o aparelho de ECG digital é o que traz mais recursos, permitindo maior facilidade e disponibilidade para a execução dos exames. Só que escolher o ideal para o seu negócio envolve uma análise detalhada indagando aspectos como qual será o uso e o que você busca com esse equipamento.

A TME pode te auxiliar nesse sentido por meio de laudos, de locação ou comodato, que é uma boa opção para pequenas e médias empresas, por permitir um menor investimento inicial.

Em posse de todo esse conhecimento associado a todos os recursos disponíveis pela TME você pode aumentar o faturamento da sua clínica incluindo o eletrocardiograma no seu portfólio de exames.

Referências: 

  • UP TO DATE, 2021
  • Guimarães, Jorge Ilha, Paulo J. Moffa, e Augusto H. Uchida. “Normatização Dos Equipamentos e Técnicas Para a Realização de Exames de Eletrocardiografia e Eletrocardiografia de Alta Resolução”. Arquivos Brasileiros de Cardiologia 80, no 5 (maio de 2003): 572–78. https://doi.org/10.1590/S0066-782X2003000500011.
Compartilhe esta publicação.

Por Paulo Miranda Filho

Médico, diretor de crescimento na TME, professor de empreendedorismo no MBA Health do BBI of Chicago, Gestão de TI (FIAP) e Especializando Gestão de Negócios (FDC).

0 0 votes
Avaliar Post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments