Como Transformar o Futuro da Saúde

03 de abril de 2018

Em se tratando de saúde no Brasil, tanto o setor público quanto o privado deixam a desejar. Na rede pública os transtornos já se tornaram fatos banais.

Vemos notícias alarmantes de pessoas que morrem numa busca por médicos, passando de hospital em hospital e simplesmente não encontrando a vaga ou o especialista necessário. 

Na rede privada, onde é comum a guia dos planos de saúde, as condições são um pouco mais atenuantes e mesmo assim é alto o índice de insatisfeitos que estão abandonando seus planos. 

O futuro da saúde, assim como o futuro de qualquer quesito essencial à vida humana, dependeria de que houvesse uma reestruturação do sistema político na qual fazemos parte, no entanto, isso parece ter se tornado uma grande utopia.

Tendo em vista este panorama, o homem segue criando alternativas e soluções a essas questões, de forma a atenuá-las. 

No ambiente hospitalar há uma intensa criação de ferramentas que servem de auxílio para médicos e demais colaboradores. Uma das ferramentas que vem se estruturando a cada dia com mais força é a Telemedicina

Isso se dá pelo potencial que a Telemedicina apresenta ao reduzir filas e esperas; ao levar atendimento especializado para localidades remotas e auxiliar médicos e enfermeiras ao complementar informações, o que culmina em laudos com baixa reincidência de erros. 

O conceito de Telemedicina é bastante simples. Consiste em tecnologia ampliada de comunicação. Com o auxílio de centrais de laudos à distância, há possibilidade de dispor de exames sem que haja um especialista dentro do hospital. 

Há lugares onde foi implementado exames de oftalmologia, dando diagnósticos à distância e auxiliando a população que apresentava dificuldades em ir a um centro urbano. Assim também como laudos de exames do coração, etc. 

Tecnologias como esta servem para agregar serviços, e mesmo que ainda haja por parte do grande público um preconceito contra a medicina à distância, ela vem ganhando espaço e se consolidando como uma grande prestadora de atendimento. 

A comunicação tem sido um fator com grande relevância nos meios atuais. Revoluções no âmbito da análise, diagnóstico e na relação entre médicos e pacientes, prometem grandes melhorias na medicina preventiva. 

 A Telemedicina tem sua ramificação nestes três quesitos. No campo público o Brasil está entre os países que possuem um dos melhores sistemas, levando para regiões em desenvolvimento os cuidados médicos necessários.

Empreendedores que estão adentrando ramo da medicina, optam pela Telemedicina para poderem fazer economia e aplicar seus ganhos em outras áreas de suas clínicas médicas, já que a mesma apresenta baixo custo de implementação. 

Médicos Cardiologistas, por exemplo, muitas vezes trabalham também como analistas de Holter. Com o auxílio de uma central de laudos à distância eles conseguem apoio e reduzem sua carga de trabalho de modo instantâneo.

O serviço da Telemedicina acontece da seguinte forma: 

Aparelhos passíveis de serem integrados à Telemedicina são enviados pelas centrais via Comodato ou Locação, uma forma de empréstimo onde os equipamentos com custos que variam de acordo com quantidade de laudos emitidos no mês. Embutidos no serviço, o laudo à distância que é emitido em até 24 horas. 

As inovações da Telemedicina otimizam ambientes e complementam informações que gerem interesse nos pacientes, fazendo com que se fidelizem com mais fidelidade. 

Vale a pena se informar mais a respeito desta ferramenta para poder usá-la de forma que leve benefícios a todo o ambiente médico, gerando crescimento e bem-estar a todos. 

Gostou das nossas dicas? Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe nossas redes sociais e fique sempre por dentro de conteúdos relevantes. Estamos no Facebook, Instagram e no LinkedIn 

 

Compartilhe esta publicação.
0 0 votes
Avaliar Post
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments